3.12.17

Estreias de novembro do Megapro não causam e não é culpa do PT

Novembro prometeu muito e já se foi. Estreias mais do que divulgadas, orçamento quebrado, dívidas pelo caminho, mas infelizmente três estreias de novembro do Megapro não fizeram barulho: Cálice de Sangue, Infidelidade e Força Maior. A culpa é do PT? Acho que não.


Talvez tenha faltado motivar os autores de outras emissoras, dado aquela curtida esperta, um parabéns sem ter entrado no link, coisa que eu sei que acontece no MV, mas cada um abre a verba pro marketing que der, né nom?


Só que nenhum dos três autores têm cara de agir dessa forma triste. Amo os três. Mentira. Nem conheço o Fernando Gibelli, autor de Infidelidade. Mas tá, por que estou falando dessas três novelas, se há outras que também causaram menos, vide muitas outras obras, como Sob o Domínio do Rei, Anti-Herói, Dark Hills, e por aí vai?

Porque a divulgação não só foi de lascar as carteiras como também me chamou a atenção as promocionais parecidas. Vejam:

Sorry pela colagem, mas tive que usar editor online #pobre


Bonitas, padronizadas, mas achei bem Inimigo Íntimo. Nada contra, acho até que a padronização é boa porque cansa criar algo exclusivo, é que eu jurava que as promos exibidas no Megapro teriam efeitos 6D, com os tiros de Força Maior saltando a tela e o sangue do cálice manchando minha brusinha branca. Mas não, estão no mesmo esquema que toda emissora virtual. GrazasaDeus! Meu PC não aguentava um 4D, imagina 6?

É isso, gente. As estreias de novembro não causaram, mas não é culpa do PT, tá? Mas enfim, tem alguma trama que está trepidando a sua tela? Ótimo, guarde a informação pra você e pro autor em questão.



Daqui a pouco eu volto direto dessa redação sem elevador, do alto do quinto andar, como sempre. Teremos as rapidex do mês. Aguardo vocês!


0 comentários: