17.12.17

RETRÔ 2017 | O mito e o mico na retrospectiva do ano

Mais um ano está indo embora e você ainda se pergunta o que fez nesses 12 meses, né mesmo?


Bom, eu não sei o que todos vocês fizeram de suas vidas (nem quero saber), mas o que chegou a mim e foi notícia no blog, claro, estará escancarado na retrospectiva 2017. Reforça a tua área aí que a dinamite girl aqui chegou!

Na passarela de 2017 teve tanta coisa...estreias, cancelamentos, briguinhas inúteis, ameaças esdrúxulas, hackers, enfim. Nada muito diferente de 2016, só mudou o protagonista.

Como vocês sabem, a idade é um fator relevante (beijos, Carlos Lira! Lembro das suas mensagens de apoio no Papo com o Autor hehehe) e, para piorar, não fiz pesquisa, logo não lembro de tuuuuudo que rolou este ano. Por isso, algumas coisinhas virão a público através de prints. Prints que encerrarão de vez (ou culminarão em coisa maior) este ano de 2017 fabuloso.

13 fatos que comprovam que 2017 foi um mito




1. Rafael Oliveira chuta o balde e sai da emissora UP, alegando não ter gostado da fusão do canal com a Megapro.

2. TMV premia os melhores de 2016, consagrando a novela Berço de Lobos, a minissérie Gato Preto e as séries Seas e Urban Legend. Infelizmente, teve gente elogiando muito determinadas obras, mas chegou na hora nem votou na dita cuja, o que talvez teria mudado o quadro...

3. A novela Inimigo Íntimo cansa com as suas promocionais diárias, mas fecha a UP — literalmente — em grande estilo. Vocês entenderam, né? Inimigo Íntimo foi a última novela da emissora. Fico preocupada quando não entendem...



4. Garotas do Rio é a primeira aposta da WebTV em sua nova programação. Rumores de que Garotas do Rio está para 2017 como Gato Preto esteve para 2016 agitaram os becos do MV.

5. Uma das redes anunciadas pelo Megapro (DNA - Dramaturgia Novos Autores), comandado por Miguel Rodrigues desfaz a parceria, remove o Lucas Luciano da moderação do grupo e retorna ao seu DNA original. Motivo? Tchan-tchan-tchan! O DNA vai se tornar uma produtora audiovisual! Sim! Todas as produções serão gravadas e disponibilizadas no Youtube. A notícia foi dada AQUI.

6. É finalmente lançado o spinoff da série Raíza, Anti-Herói. A série no estilo HQ noir continuará a saga a partir de janeiro e se ela é flop ou top é o leitor quem dirá. Medo.


7. Gabo Olsen retorna à dramaturgia com a novela Estações da Vida, em parceria com Diogo de Castro. Encheu a timeline de promos (não via a hora de acabar, #GaboOlsenCortaMeuSalárioAgora), mas cumpriu com o dever.

8. Papo com o Autor é um dos programas mais vistos da WebTV. 10 autores passaram pelas tensas perguntas de Carlos Lira. O programa foi renovado para 2018.

9. Cálice de Sangue, Força Maior e Infidelidade foram as novelas de estreia também. Cálice era prometida da UP; Força Maior e Infidelidade, do Megapro.

10. WebMundi lança app e inova nessa p*. Além dele, ON.TV é outra emissora que anda chamando atenção. Duas obras que atraíram olhares foram Diários de Katerine Clark, de Davi Pezolito e Caminho Único, de João Paulo Ritter.

11. João Carvalho prevê o fim da TVN ao escrever a novela Ruínas.

12. Cyber Series está quase uma Netflix, cheia das produções. Tem a série Um Homem Singular, de Francisco Siqueira, cheia das promocionais irresistíveis e com Vera Farmiga e Michael C. Hall no elenco. Estreia dia 26, hen.



13. Outra trama que chamou atenção e atingiu o pico esse mês foi Hierarquia. A mitagem foi por conta da resposta a uma piada que fizeram. Ciente da oportunidade de merchan, Débora Costa fez abertura mexicana para a trama.



12 fatos que comprovam que 2017 foi um mico

Em 12 vezes, senhor

1. UP se junta a Megapro.

2. Comic Con é cancelada por falta de apoio de ambas as partes: UP e Megapro. Só faltou chamar a Lady Gaga. Ela ainda virá?

3. Megapro surta tanto pelas críticas que só faltou chamar a SAMU. A coisa começou quando eu OPINEI no post sobre a saída de Rafael Oliveira da UP.

4. Presidente da Megapro acusa dona de blog de inventar que as emissoras perderiam o controle final delas. Pena que não provei na época, mas nem precisei. Quem viu, viu e quem não viu vai ver bem agora:

Datado de janeiro de 2017

Então, em JANEIRO, Luciano disse que as redes perderiam o controle final delas. Daí, eu fiz um post "Rápidas & rasteiras" explicando e falando sobre isso. Ninguém se queixou, até então.


Datado de março, como podem ver
Lá em MARÇO, ele me convidou a ingressar ao grupo levando este blog.

Questionado sobre a tal perda de controle, Luciano alegou isso que vocês viram: "devem ficar atentos as [sic] regras do grupo, mas que não perde o controle final". Ou seja, mudou de ideia, MAS EM NENHUM MOMENTO explicou que mudou de ideia. Ficou parecendo que eu não havia entendido.


Comentário feito em ABRIL de 2017 no post sobre a saída de Rafael Oliveira da UP

Pois bem, no post sobre a saída de Rafael Oliveira da UP, em ABRIL, em momento algum eu voltei a falar de perda de controle, apenas disse que havia boatos de que as redes perderiam suas identidades. Foi aí que tudo começou. Eu não queria mostrar, mas para encerrar o ano sem dúvidas de quem começou isso tudo, resolvi postar.

Agora fica o questionamento: alterar a logo de uma obra sem autorização do autor indica perda de controle da emissora que exibiu?

A do topo é a original / a debaixo ficou bonita,
mas não gostei da mudança
Ninguém me consultou quanto a mudança da logo (e isso foi depois dele afirmar que não havia perda de controle nenhum).

ERRATA
Lucas Luciano me procurou para esclarecer que a responsabilidade das logos era de cada emissora, isto significa que Lucas Posey autorizou a mudança de logo sem falar comigo. Estou aqui me redimindo APENAS desse ato falho.

Próximo!

5. Megapro reinaugura o ano inteiro. Primeiro foi em 2016. Depois veio mais uma reinauguração por conta da entrada da UP e a XD (que só durou um grito). Aí parece que teve outra (PARECE, não estou afirmando), mas o grupo deu uma sumida. DE REPENTE! Mais uma reinauguração, desta vez para anunciar as novelas da casa. Não li as obras, mas pelas divulgações extraordinárias, fiquei chocada com as páginas das obras incompletas. Pressa?

6. Filhos da Bahia é cancelada e ninguém sabe direito de quem é a autoria: quem escreveu primeiro, quem escreveu por último ou quem cancelou.


7. Participei do Zihnight. Aceitei para tirar a ideia de que o Megapro queria abraçar o MV de um jeito que não daria conta, mas foi inútil. Era tanta liberdade, tanta liberdade, que no fim das contas não tinha nem mais diretor.

8. Coração Sertanejo, novela da Cyber Series, é alvo de dor de cotovelo. É que eu divulgava tanto, que teve amiguitos reclamando. Gente, já experimentaram ser mais participativo?

9. O árabe Raviv Al Abdallah surge prometendo explodir com tudo. Será que agora o Pedro Gaze consegue emplacar? Sem fake? Nada contra, tenho até amigos que são, mas quem fala mal dos fakes, não devia ter tantos fakes...



10.  ON.TV é vítima de hacker! Jaime Lucas, dono da emissora, fez textão para avisar do ocorrido. Que feio, gente! Vão lavar uma louça ao invés de roubar perfil alheio! #BrasilQueNãoDeuCerto

11. WebTV fica em hiatus e todos percebem. Hiatus nem é bem a palavra, né? É que a emissora exibia a novela Escolhas da Vida, de Édy Dutra, desde novembro de 2016 (autor querendo competir comigo sobre quem fica mais tempo no ar, só observo). Daí, junta as reprises. No fim, as novas tramas só estrearam no segundo semestre.

12. Post sobre as 3 tramas da Megapro choca porque povo não entendeu a ironia. Lembra do post sobre as promos de Força Maior, Infidelidade e Cálice de Sangue? Pois é, teve gente achando que eu esperava o tal 6D porque alguém prometeu isso. Zzzzzz.



Nem vou explicar, vai que má interpretação pega, bicho? Só queria saber em que linha eu afirmei que o 6D era promessa de campanha? Povo não saca mais o que é ironia. É pra rir, não chorar. Isso que dá tomar coca aí na night.


Ih, gente, deu 13...13 mitos contra 12 micos?! 2017 mitou!

É isso, povão. Vamos cuidar para que 2018 haja mais mitos e zero micos. É muito fácil, basta seguir essas regrinhas:
  • Aprendamos a ler, absorver a leitura e a interpretar. Desgasta menos, acredite.
Com tuuuuudo isso, tenho certeza de que é possível fazer um ano melhor. O Retrô 2017 fica por aqui, amiguinhos. Feliz Natal e próspero ano novo!
E se você estiver achando ruim, não se preocupe; eu também não me preocupo.

Até 2018, cambada!


16.12.17

Grupo do Facebook vai se tornar uma produtora audiovisual; descubra qual!

Grupo que divulga novelas e séries virtuais vai ganhar nova roupagem.

A gente nem pisca, e a pessoa ganha asas sem tomar redbull. É que nessa semana, conversei com uma pessoa sobre o #Retrô2017 e acabei conseguindo informações extras, o suficiente para conquistar o penúltimo post do ano deste blog. Teremos uma produtora audiovisual com as produções do MV!

Como me sinto com a notícia


Miguel Rodrigues, administrador do grupo DNA - Dramaturgia Novos Autores, disse que realizará o sonho de transformar o grupo em uma produtora audiovisual.

Sim, amigos! Miguel Rodrigues me contou que desfez a parceria com o Megapro para realizar um sonho de 2 anos atrás. O administrador é estudante de Audiovisual e Novas Mídias e sempre pensou em transformar os roteiros dos autores que postavam no DNA em roteiros gravados e divulgados no Youtube.

"[...] terá um canal no Youtube, se tudo der certo com a minha trama Por Um Triz, se tiver uma boa receptividade, a novela que virá na sequência é Falso Amor, da Débora Costa", revelou, Miguel Rodrigues.

Segundo ele, os atores serão da cidade dele, em Fortaleza e todos preparados para encarnar os papeis escolhidos em cada trama. A mudança está programada para 2018, ano em que o grupo DNA completa 3 anos (dia 18 de janeiro).

Miguel também destacou que, se tudo der certo, as tramas divulgadas no grupo DNA (TODAS) também podem ganhar versão no Youtube.

Nervoso

A vida é assim, né, gente? Enquanto uns mal chegam e já causam (caso do DNA), outros mal chegam e difamam o próprio nome (melhor nem comentar). E tem aqueles que nem a UP e a TVN que morrem no caminho, e a WebTV que cria raízes ao pé de uma montanha rochosa. Em 2018 #demitida.

Pra onde eu serei enviada. Causando todas em outro planeta.


Não há uma data certa para o grupo DNA se tornar uma produtora audiovisual, mas já é uma boa hora para você organizar seus roteiros. Vai que surge uma vaga, bicho?



11.12.17

Autora de Hierarquia ri na cara da sociedade e lança abertura mexicana

Novela ganhou abertura "mexicanizada" e com caras e bocas de Manuel Landeta

Sabe quando debocham gratuitamente da sua cara só para acrescentar pauta? Pois é, recentemente a autora de Hierarquia, Débora Costa, mostrou como aproveitar uma crítica mal feita a seu favor.

Né nada disso, mocinha


Segundo ela, um programa do Megapro resolveu debochar gratuitamente do fato da novela Hierarquia parecer uma novela mexicana, e ela aproveitou para fazer merchan. Saca a abertura feita especialmente para quem ama uma novela mexicana:



As caras e bocas de Manuel Landeta e a aparição de César Évora foram as melhores.




Rumores apontam que tudo começou quando eu escrevi uma nota aqui no blog falando sobre a mensagem que a autora enviou a Manuel Landeta (Franco, na novela Hierarquia) e que ele respondeu, feliz em saber que serviu de inspiração.

Portanto, se alguém te joga uma pedra, lapida, descubra um dinamite, acenda e joga de volta. Mentira, gente. Não existe dinamite oculto nas pedras. É invenção da internet.


Eita...

Bom, o negócio é juntar as pedras e fazer um castelo. Manjado? Mas funciona.
Hierarquia é uma novela exibida pela Cyber Series.



Primeiras Impressões | X-23 é simpático, mas um certo quarteto surpreende

Baseado na obra "All-new Wolverine" e na personagem criada por Craig Kyle e Christopher Yost, a série X-23 estreou pela ON.TV

Oi, gente, ultimamente eu quase não tenho postado, né? É que eu estou que nem o Julius: com dois empregos.

A vida não tá fácil, garota.

Mas enfim, o post de hoje é a review que todos amam, mais precisamente as primeiras impressões da série X-23, de João Paulo Ritter, cujos personagens são da Marvel. Roda a sinopse, equipe!

X-23 é baseada na primeira saga de Laura Kinney (Naomi Scott) — um clone, filha de Wolverine — que herda o seu traje e o nome do pai, morto misteriosamente. Laura descobre que estão criando clones dela e decide dar um basta nisso tudo. É quando um dos clones de Laura a procura.
Eu li as 28 páginas de uma estrutura de roteiro que acho fluída, e quase fui para trás depois.



O quarteto de erros na série X-23

Problemas de vírgulas, narrativa confusa, falta de dramaticidade e falta inteira de revisão. Antes que alguém venha dizer que eu não sou formada em Letras, que tem que criticar a estória (para pessoas que já me criticaram nisso, ok?), é bom saber que nem ligo.




Vejamos os 4 erros mais encontrados em X-23 (o quinto pode ser o ponto positivo, fica grudado aí).

  • Narrativa confusa

Tudo começa mostrando Laura na estrada, à espera de seu pai, Wolverine. Em nenhum momento é identificada a idade de Laura. Eu só me dei conta de que ela era uma criança, que a cena era um flashback já na cena seguinte. Gente, eu nunca nem li nem assisti Wolverine. Sei de nada. Trata-se de uma 1ª temporada, portanto, preciso de certos detalhes.

Laura, na fase adulta, comanda uma equipe de mutantes quando é chamada para uma missão: proteger Daniel Chandler, filho do homem que criou as clones. Daniel está em Paris, fugindo das clones perigosíssimas. Laura e Warren/anjo chegam a bordo de um X-jato cuja intenção é conversar com Daniel, na camaradagem.

O problema é que o cara, mais assustado que eu ao ver o preço do Renew, tenta fugir, achando que Laura é um dos clones. A filha de Wolverine luta contra os seguranças, dá umas unhadas básicas, mas a narrativa teve alguns problemas: "Ela dá uma rasteira rápida no SEGURANÇA No3 que correu para sua frente e em seguida levantou sua perna a altura da sua cabeça, acertando o peitoral do SEGURANÇA No4[...]".

A cena ficou confusa. Precisei ler duas vezes para entender que quem levantou a perna foi a Laura. Faltou o chamado ordem fílmica, já que o segurança 3 devia aparecer primeiro: "O SEGURANÇA No3 corre em sua direção e leva uma rasteira rápida de Laura. Em seguida, ela dá uma pernada no peitoral do SEGURANÇA No4".

Observe que a frase modificada NÃO ANULA o sentido da frase do autor, mas torna mais ágil. A leitura precisa ser fluída, porque se você detalhar demais certas cenas, o leitor acaba perdendo um tempo para assimilar a cena.

Percebendo os detalhes...


Outra cena que merece atenção é quando você adianta o futuro:
LAURA está vestindo um sobretudo, enquanto WARREN/ANJO espera para apertar o botão que abrirá a porta que no final servirá como ponto que os levará do X-Jato para a pista de decolagem do aeroporto.
Não se preocupe tanto em explicar e enfatizar alguma cena para um futuro próximo. Apenas mostre. Roteiro é algo presente. Se você consegue fazer uma pessoa entender, outras 3 ficarão confusas. O ideal é ser objetivo.

Se o personagem encontrar uma chave, não escreva: "a chave que salvará o príncipe bonitão do castelo tal". Antes de você chegar ao castelo, tu já brochou, sério. Prefira escrever: "fulano encontra uma chave (detalhe a chave, se achar conveniente) e a admira por um tempo. Guarda, curioso".

  • Problemas de vírgulas
Deixo aqui alguns prints. Solta as imagens, comandante Hamilton:




"já está de dia, é de tarde para ser mais específico". Seja específico no cabeçalho, por gentileza. 

E excesso de vírgulas ao narrar o Daniel nu? Quando vi o segurança, já achei que ia rolar coisinhas 18+ na tela da ON.TV. 


"[...] as informações sobre ele que foram entregue quando ela puxa do fundo do pacote um pedaço de pano que um dia já fez parte de uma camisa".





"Ah, um livro de Isaac Simov". O escritor de ficção científica nera Isaac Asimov?





Ah, pronto! Lá vem as vírgulas madames e intrometidas!

  • Faltou dramaticidade
Dramaticidade é o lado dramático da trama. Olha que conclusão bonita que nós chegamos! É ele quem vai determinar se amamos ou odiamos o personagem, se o cenário em que ele se encontra corresponde ao drama que tentamos passar sobre a sua trajetória, se nos apegamos a ele o suficiente para cair no chão ao descobrir sua real identidade, e por aí vai. X-23 falhou em um dado momento.

Gostei dos flashbacks suaves, as cenas que mostravam uma Laura impetuosa, mas o problema é que Laura comandava um grupo de mutantes, e foi à Paris sem nem ter um plano de ação. Isso tudo sabendo que os seus clones estavam indo atrás de seu alvo. Ok, ela age com raiva, quer fazer como o pai, mas não achei justificável.

E o que dizer do Wolverine gaúcho? Achei bem estranho, visto que ele é o único que manda uns "gurias" para Laura. Nada contra, tá, gente? Mas é tão estranho quanto a falta de sotaque dos portugueses em Tempo de Amar.

  • Faltou revisão
Em todo o texto a revisão passou longe. O próprio autor revelou isso e lamentou o ocorrido, mas acho que os meus olhos lamentaram mais, vejam alguns:

lonte > longe
acime > acima
espelhado > espalhado
de vagar > devagar
LAURA está andando com presa > pressa
só estou dando uma olhando pela vizinhança > olhada



Não façam isso, crianços. Não entreguem um trabalho sem passar pela peneira, porque se passando você ainda encontra erros em Anti-Herói, imagina não passando? Fica a reflexão.

O que há de bom em X-23?

Algumas cenas ficaram boas, como a cena 15 em que Laura e Warren/anjo estão na cabine do piloto, o frente a frente com Daniel e a suposta morte de Laura. A estória em si é boa, tem pegada de ação e personagens que podem agradar aos fãs da Marvel.

Contudo, não são elementos suficientes para camuflar o que vi. X-23 podia trabalhar melhor o roteiro, encontrar formas de narrar sem estender as cenas em detalhes não importantes, mas principalmente cuidar da revisão.

Essas foram as primeiras impressões da série X-23. Gostaria de uma review? Encontre-me no facebook, link aqui embaixo.




4.12.17

Rápidas & Rasteiras | Gabo Olsen se despede de programas e motivo emociona

Estreias, sumiços e fim de ano na Globo. É o Rápidas e rasteiras da semana! 



Antes de iniciarmos o nosso rápidas & rasteiras, quero destacar uma coisa: no post anterior, teve gente que não entendeu o meu texto, classificando-o como "extremamente ácido". Eu agradeço, um elogio e tanto. Será que mereço? Já agradeci no chat, pessoa que escreveu é do meu respeito. Gosto.

O post anterior era uma crítica mesmo, mas não necessariamente às tramas (se entenderam dessa forma, sorry, amigos), mas sim a toda grande divulgação da emissora, com aquele "fulano está no Megapro", tanto surto por causa das minhas opiniões, que achei mesmo que veríamos um combo de effects 6D, que a cadeira aqui ia trepidar, até eu parar em outra galáxia. Enfim, um sonho? Talvez.

Bora para as rápidas & rasteiras!



MUDARAM AS ESTAÇÕES - Gente, a Webtv deu uma da falecida UP e disparou promos de Estações da Vida todo santo dia, crê? Era tanta promo que eu achei que a estação do ano ia mudar mesmo.  GraçazaDeus estreou. A nova trama escrita por Gabo Olsen e Diogo de Castro conta a estória de 6 adolescentes vivendo uma vida regada a sexo, drogas e álcool. O plot principal é uma aposta entre Pato (Nicolas Prattes) e Diego (José Victor Pires), que promete não terminar muito bem, sabe...Cola lá no site pra ler!


SANGUE DE LIRA TEM PODER - A novela de Carlos Lira e João Sane Malaguti, Cálice de Sangue já estreou. A trama fala da disputa pelo poder entre as família dos Bianchini e dos Pimenta. A coisa piora quando Salvador Bianchini se apaixona por Leopoldina Pimenta, dando margem para que Leofá Pimenta fique tão ardido quanto o sobrenome, tudo pelo poder. Haja pimenta!

FORÇA MAIOR AÍ, IRMÃO - Vou te passar a visão: a novela de Luiiz Sherazade estreou depois de dar um rasante pela TVN, quase seguir independente, pra finalmente estrear no Megapro. A sinopse já foi exibida aqui, vou repetir não. O que posso dizer é que teve invasão ao morro da Princesa, tudo a la Força de um Querer. Se quiser, pousa lá no episódio, que o bagulho tá doido e o povo não brinca em serviço não.

Tiros fresquinhos em Força Maior

HIERARQUIA NOS TOPIC TRENDS - A novela de Débora Costa, exibida pela Cyber Series, foi parar na cara de Manuel Landeta, ator que interpreta Franco Bittencourt, o cruel, dominador, ambicioso, preconceituoso, metido, charmosão, vilãozão, pirulitão do pacote nosso de cada dia. Sim! Débora Costa escreveu no instagram dele, falando que usa sua  imagem para dar vida ao vilão. E ele? Amou.


Fiquei tentada em fazer o mesmo e mandar a real para Aaron Ashmore. Será que ele curte a ideia?

Melhor deixar quieto hehehe


Voltando em Hierarquia, a novela terá 40 capítulos! Franco, o vilão-mor, vive um casamento forçado com Laura. O homem é amado por todos, mas é mais vil que a Cruela Vil, tendo obrigado Laura a se casar com ele. Como é insaciável, vai se apaixonar por Sandra, mãe de sua sobrinha, e fará horrores para ficar com ela. Mas esse boi tem chifres grandes, pois ele educa um filho que nem dele é: é do romance de Laura com Antônio, o cara de quem ela gostava antes de ser obrigada a ficar com Franco.

A novela já está no 6º capítulo. Vai marcar bobeira?

PESADELO NA CYBER - A cada promo, um susto. Dark Hills é a nova série de Eduardo Moretti (Garota de Ipanema) e vai mostrar o terror na cidade de Dark Hills, Illinois, promovido pelo serial Killer, Dead Skin.

Fiz colagem, sorry, mas foram muitas promos divosas.
Não caberia tudo aqui.


Uma das promos era com uma boneca mais tenebrosa que Annabelle, aí achei que uma boneca tocava o terror, mas a sinopse fala de um serial killer. Confusa fiquei. Estreia dia 10.



ENCONTRAR ALGUÉM - Não, não trata-se do programa do Luciano Huck, mas é que tem gente sumida na área. JP Tusset lançou a 3ª temporada de Urban Legend e a série Fixação, mas...cadê as atualizações? Fixação mais parecia uma novela, escrita por alguém triste, magoado, tomando um chá qualquer à beira de uma lareira, enquanto olha a chuva cair pela janela. Não parece obra dele.

No caso, o Jotapê


GABO SE DESPEDE - São 13 anos a frente da WebTV, vivendo seus altos e baixos, comandando dois programas de sucesso — Misturama e Boletim Virtual —, mas chega uma hora que não dá mais.


Gabo Olsen se despede de ambos os programas para se dedicar à novela Estações da Vida, escrita ao lado de Diogo de Castro, mas manda avisar: retorna no primeiro trimestre de 2018. Achou que o mito ia largar tudo, né?

ESPECIAL COM CARA DE COMIC CON - Como todo final de ano na Globo, digo, na WebTV, o Rei Roberto Carlos será descongelado. Mentira. Desta vez teremos rock na praia e muitas escolhas de aperitivos pra agitar nesta estação. Não entendeu? É que vai rolar um especial da emissora a la Comic Con para divulgar, comemorar e prestigiar as 4 produções dramatúrgicas do canal: Anti-Herói, Garotas do Rio, Escolhas da Vida e Estações da Vida.

A integração com os programas, como o Papo com o Autor, ainda estão sendo estudados, visto que o programa mais bombado do ano e apresentado por Carlos Lira já terá seu próprio especial. A data não foi confirmada e a noite do prestígio ocorrerá tal qual a Comic: cada página liberada por vez. Perde não, porque tá ótimo!

INFIDELIDADE DE RICOBONI - Informação quente para o Braseeeeeel! Fernando Ricoboni é autor da novela Infidelidade, que conta a estória de Raquel e Paulo, apaixonadíssimos, porém, um casal ruim de grana. Eis que surge uma proposta de um milionário para fazer um ménage a trois passar uma noite com a garota em troca de money. Paulo descobre e termina tudo com ela. Raquel, então, casa-se com o milionário e...Bem, você precisa ler, porque a sinopse termina aí. Procurei no site e, nada. Acho que faz parte do charme da sinopse...

Esse foi o rápidas & rasteiras de hoje. Separei os destaques da semana, mas se esqueci de você, duas coisas podem ter acontecido: esqueci mesmo ou você está em outro universo.



3.12.17

Estreias de novembro do Megapro não causam e não é culpa do PT

Novembro prometeu muito e já se foi. Estreias mais do que divulgadas, orçamento quebrado, dívidas pelo caminho, mas infelizmente três estreias de novembro do Megapro não fizeram barulho: Cálice de Sangue, Infidelidade e Força Maior. A culpa é do PT? Acho que não.


Talvez tenha faltado motivar os autores de outras emissoras, dado aquela curtida esperta, um parabéns sem ter entrado no link, coisa que eu sei que acontece no MV, mas cada um abre a verba pro marketing que der, né nom?


Só que nenhum dos três autores têm cara de agir dessa forma triste. Amo os três. Mentira. Nem conheço o Fernando Gibelli, autor de Infidelidade. Mas tá, por que estou falando dessas três novelas, se há outras que também causaram menos, vide muitas outras obras, como Sob o Domínio do Rei, Anti-Herói, Dark Hills, e por aí vai?

Porque a divulgação não só foi de lascar as carteiras como também me chamou a atenção as promocionais parecidas. Vejam:

Sorry pela colagem, mas tive que usar editor online #pobre


Bonitas, padronizadas, mas achei bem Inimigo Íntimo. Nada contra, acho até que a padronização é boa porque cansa criar algo exclusivo, é que eu jurava que as promos exibidas no Megapro teriam efeitos 6D, com os tiros de Força Maior saltando a tela e o sangue do cálice manchando minha brusinha branca. Mas não, estão no mesmo esquema que toda emissora virtual. GrazasaDeus! Meu PC não aguentava um 4D, imagina 6?

É isso, gente. As estreias de novembro não causaram, mas não é culpa do PT, tá? Mas enfim, tem alguma trama que está trepidando a sua tela? Ótimo, guarde a informação pra você e pro autor em questão.



Daqui a pouco eu volto direto dessa redação sem elevador, do alto do quinto andar, como sempre. Teremos as rapidex do mês. Aguardo vocês!


25.11.17

Os mutantes da Marvel vão invadir o mundo virtual

Emissora fica milionária e reserva projeto da Marvel para dezembro



A grana deve ter vindo das aquisições deste ano ou rolou propina, porque era o sol que me faltava, gente! A ON.TV está com o orçamento nas alturas a julgar pela sua programação a partir de dezembro: X-23 é a nova série de João Paulo Ritter (mesmo autor de Caminho Único) que vai contar com mutantes da Marvel!

Quando vi Marvel, já pensei:

Alguém me pare, pelo amor de Deus?


Mas não, gente, respira fundo. X-23 é baseada na primeira saga de Laura Kinney (Naomi Scott) — um clone, filha de Wolverine — que herda o seu traje e o nome do pai, morto misteriosamente. Laura descobre que tem malandro criando close errado clone dela, aí, mais puta que Nazaré Tedesco, ela decide dar um basta nisso tudo. É quando um dos clones de Laura a procura.




Conheça o elenco de X-23!

Laura Kinney (Naomi Scott)
 

Laura é um clone feito a partir do DNA do falecido Logan, conhecido como Wolverine e, com o tempo, ela acabou sendo adotada de forma não oficial como sua filha. Assim como seu pai, Laura passou por coisas terríveis em sua vida e tem um temperamento muito forte.



Naomi Scott também dará vida aos clones de Laura, principalmente:

Belona

Apesar de ser um clone de Laura, a sua aparência é muito diferente. Sua pele é mais pálida, cabelos brancos e olhos em tons de vermelho. Belona também foi uma das clones que mais sofreu agressão e isso a fez desenvolver um comportamento extremamente agressivo.

Zelda

A mais sensata entre o trio de clones do elenco principal. A mais parecida com Laura, calma e também uma líder nata.

Belona pode ser agressiva, mas tu reparou na cara congelada da Gabby?
Não confie.


Gabby (Millie Bobby Brown)

Millie vai dar vida a clone mais nova de Laura. Por ser a mais nova entre esses “experimentos”, Gabby ainda não desenvolveu um comportamento tão agressivo como a de Belona, ou uma “experiência” como a de Zelda. Sempre está sorrindo e sarcástica, esconde habilidades.

Coronel Mooney (Eric LaRay Harvey)

Calma, não é mais um clone, só que em versão masculina. Mooney é o chefe de segurança da Alchemax Laboratórios, além de ser o responsável pelo bom comportamento dos clones enquanto estavam nos campos de treinamento do laboratório.

Ed Harris (Dr. Robert Chandler)

Idealizador da pesquisa com o DNA de Laura para a criação de uma arma humana perfeita para o governo. Ou seja, um filho de uma Nazaré Tedesco.

Kitty Pride aka Lince Negra (Natalia Dyer)

Atual diretora do Instituto Xavier para Jovens Superdotados, assumiu o posto depois de Ororo/Tempestade desistir dessa parte da sua vida. Kitty possui um grande respeito pela sombra do Professor Xavier que ainda habita a construção.

Cobie Smulders e Hugh Jackman farão participações especiais como, Diretora Maria Hill e Wolverine.

O autor disse em recente entrevista não autorizada ou não percebida, que X-23 é uma espécie de fanfic, apesar de ser em formato roteiro. A estória tem uma base na saga original, mas segue com a criatividade do autor.

X-23 estreia dia 9 na ON.TV e retorna em janeiro para continuar a 1ª temporada, com 5 episódios no total.

19.11.17

ANTI-HERÓI | Nilo e Moni terão encontro inusitado e perigoso

O encontro dos anti-heróis promete ser explosivo

Nilo e Moni em Anti-Herói

Quem está acompanhando a série Anti-Herói, só tem certeza de uma coisa: Nilo (Aaron Ashmore) vai se ferrar bonito em algum momento da trama. Mas será que ter cometido um assassinato não teria sido o suficiente?




Anti-Herói chegará à metade da temporada dia 1º, que trará um plot pra lá de revelador. Nilo anda tendo pesadelos recorrentes como já relatado no blog do Luíiz Sherazade, porque a sua consciência está pesadíssima, e no episódio 3, intitulado "Acordando de um Sonho", os leitores viram o herói ser vítima da temível droga DP graças ao ciúme doentio de Rafael (Bruno Ferrari), amante de Vinnie. Rafael ficou crazy da vida ao descobrir que a foto sexy de seu rival estampa o laptop do parceiro.


A foto devia tá desse jeito pro Rafael pirar, nom?

O episódio 3 termina com Nilo sofrendo os primeiros efeitos da droga, que é um sonho bastante lúcido.

Já no próximo episódio, com o nome de "Eu Estava no Meio de Algo...", Nilo, hipnotizado pelo seu mentor, Rafael, vai parar no reduto de Moni Vasco (Yasmin Gomlevsky) disposto a matá-la. Toda essa confusão vai ter o seu lado bom: Nilo e Moni poderão se unir futuramente, e ele ainda vai descobrir que existe algo de muito estranho no que aconteceu na noite em que Vince virou churrasquinho de gente no laboratório de Emília (Mariana Lima).

Anti-Herói terá 8 episódios e, a cada episódio, alguma obra ou emissora do MV é citada. A Visitante, UP e Sob o Domínio do Rei foram as escolhidas da vez. A série entra em hiatus a partir do dia 1º.